E agora, pausa para refletir

05/08/2013 2 Maçãs

Às vezes, sinto vontade de escrever. De fazer rabiscos numa folha de papel. De tentar analisar um poema de Camões e perceber aquilo tudinho à primeira (ahahahaha, deixem-me rir!). De "filosofar" sobre a pressão no mesófilo, o xilema, o floema, a fotossíntese - qualquer coisa que me tenha fascinado e que tenha perdido horas a estudar e a tentar compreender. De escrever a configuração eletrónica de um determinado elemento químico (mas só até ao aparecimento das orbitais d, porque a partir daí já não sei fazer de cor), só para provar a mim mesma que ainda me lembro daquilo que aprendi durante este ano letivo

Lembro-me das fórmulas que aprendi em Matemática, dos "(x-a)²+(y-b)²=r²" em que (a,b) eram as coordenadas do centro da circunferência, dos diferentes tipos de parábolas, dos métodos todos para descobrir as coordenadas do vértice de uma parábola... Das teorias fantabulásticas do Kant e do Stuart Mill ou das diferenças entre moral e ética. Dos diferentes modos verbais que podemos utilizar em Inglês para nos referirmos ao futuro. De como segurar corretamente uma raquete de Badminton
...

Sim, já chegaram os meus novos manuais escolares para o 11º ano

2 Maçãs

  1. A sério, Madá? Ainda te lembras de tudo isto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aparentemente, sim! Eu até escrevia aqui a configuraçãozinha eletrónica do Cloro 17, mas depois ficávamos as duas nostálgicas a pensar no ano que passou... então... "hummm, better not".

      P.S. Quando eu regressar a Leiria temos de marcar aquela famosa sessão de cinema, está bem? Antes das aulas começarem! :)

      Beijinhos, M²

      Eliminar

Olá! Obrigada pelo teu comentário no Pomarão. :)