Acabou a festa!

04/09/2012 0 Maçãs

Ou melhor dizendo, as férias (ehehehe!). 

É verdade... depois de qualquer coisa como um mesito de férias, as aulas já estão aí à porta. Eu sei que devia ter vindo ao Pomarão, mas férias são férias, certo? Afinal, toda a gente merece relaxar e abstrair-se do mundo real de vez em quando! 

Bom, para ser sincera, isso raramente acontece comigo. Só o facto de estar na praia já me deixa preocupada ("ai que vou apanhar um escaldão", "ai que já tenho as costas vermelhas"), além de que é muito aborrecido ter de colocar protetor solar mil e quinhentas vezes em todo o corpo só para tentar descansar um pouco à beira-mar.

Seja como for, ir à praia até sabe bem de vez em quando, embora a parte de ficar bronzeada não me agrade por aí além, mas enfim. Gosto de jogar com as raquetes, de nadar como um cãozinho, de me chatear com alguém quando fico com a toalha cheia de areia logo a seguir a tê-la sacudido e estendido... Pensando bem, até tive um bom verão lá pelas terras algarvias. 

Escusado seja dizer que o regresso a Leiria significa sempre regressar à realidade, o que inclui estudar alguma coisa de violino (ahhh, tinha tantas saudades de tocar!) e preparar-me para o regresso às aulas. Tenho de admitir que estou um pouco muito ansiosa para entrar na minha rotina outra vez, especialmente agora que esta vai mudar um pouco.

Ah pois, acho que ainda não vos contei... Este ano vou para uma Escola Secundária, e mesmo que muitos digam que não é nada de especial, não vai ser a mesma coisa. A turma é diferente, o horário é diferente, os professores são diferentes, até as notas são dadas de forma diferente (de 0 a 20)! 

Entrei no Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias, o que não vem exatamente ao encontro daquilo que eu tinha planeado há 5 anos atrás. Acho que posso tirar daqui outra conclusão: as pessoas também mudam. Eu mudei, e se por vezes é difícil para nós ver essas mudanças, elas estão lá, caladinhas, à espera do momento em que poderão emergir. Aprendi muita coisa ao longo dos últimos anos, e ir para o 10º ano é apenas mais um passo dessa caminhada até ao futuro. Ou até ao presente, dependendo do ponto de vista. 

As coisas também vão mudar no Orfeão. Agora que já não estou no Ensino Articulado, cabe a mim definir até onde quero chegar e o que pretendo atingir nestes próximos três anos. Claro que se me perguntarem neste momento, eu digo que vou tentar dar o meu máximo e atingir um bom nível de conhecimentos, todavia só no decorrer deste ano letivo é que saberei com certeza se isso é verdade ou não.

E agora que já retirei o "atualizar o Pomarão" da minha lista de tarefas, vou só continuar a preparar tudo para este novo ciclo de três anos que se aproxima e do qual não faço a mínima ideia do que se trata. 

0 Maçãs:

Enviar um comentário

Olá! Obrigada pelo teu comentário no Pomarão. :)