Ir ou não ir

18/12/2009 1 Maçã
, eis a questão!

1 Maçã

  1. Olá, mais uma vez!

    Desta vez, vejo-te num dilema... e penso que sei qual é... Como puseste isto aqui no blogue, que é do domínio público, vou arriscar dar um conselho: vem!

    Quanto mais o tempo passa, mais a distância parece aumentar.
    Quanto mais a distância aumenta, mas difícil se torna regressar a quem está distante.
    Não precisas de vir por muitos dias, mas vem. És bem-vinda por todos, mais do que bem-vinda, és desejada por todos! Especialmente por quem mais te ama (e sabes quem é), mesmo que pareça não se ter empenhado muito em mostrar-te isso ultimamente, mesmo que pareça indiferente, mesmo que não te peça para vires, mesmo que pareça até não te incentivar a vires, mesmo que pareça não sofrer com as tuas ausências tão prolongadas...

    Não deixem as ervas crescer nesse caminho. Não cortem o fio, pois quando se corta, mesmo que se reate, fica lá um nó...

    Como eu gostava de ajudar mais, mas não posso... espero até não ser mal entendida ao dar este conselho.

    Tu é que sabes o que o teu coração te diz e sei que ele dirá alguma coisa, seja para vires, seja para não vires. Deve haver algures uma vozinha mais alta do que a outra (seja para vires, seja para não vires), procura escutá-la.

    Compreendo o teu dilema, como se te conhecesse bem (e sei que não conheço, não tenho essa presunção), como se já tivesse passado pelo mesmo (e não passei, felizmente)...mas compreendo... acho...

    Um abraço, Lagartinha, pensa bem. Virei cá saber novidades...

    Boas férias! Descansa, diverte-te! Se precisares de mim, podes contar que aqui estarei.

    Bicadinhas
    Ditosa

    ResponderEliminar

Olá! Obrigada pelo teu comentário no Pomarão. :)