A Escola e os Porquês

15/05/2009 1 Maçã
Porque é que temos de ir à escola quando não nos apetece?...

Porque é que às vezes se passam más situações na escola?...

Porque é que os nossos próprios colegas que consideramos amigos estão sempre com dor de cotovelo?...

Porque é que um desses colegas em algumas aulas "arma escândalos" contra nós?...

Porque é que é precisamente esse colega que diz que "prefiro ser burro e ter amigos a ser inteligente e não ter", quando a situação não tem nada a ver?...

Porque é que essa pessoa se arma sempre em vítima?...

E por fim, porque é que isto só me acontece a mim?!

1 Maçã

  1. Olá, Lagartinha,

    A esta hora deves estar prestes a começar a Prova de Aferição de Língua Portuguesa. Estou na Escola e pela janela vejo os alunos lá fora, já à porta das salas de aula onde vão fazer a Prova.

    Li o teu desabafo e fiquei com o coração um pouco apertado... Deves ter passado por uma situação desagradável por estes dias... por causa de algum colega mal intencionado... Acho que tu própria dás a resposta, ou uma das respostas possíveis: dor de cotovelo. Sim, ela existe, é real, e não é só quando batemos com o cotovelo em alguma coisa dura. Ela existe em algumas pessoas que olham para nós e querem ter ou ser o que nós temos ou somos, mas não admitem.
    Sabes, o que tu escreveste aplica-se a todas as pessoas neste mundo, em dados momentos da vida. Não querer ir à escola (ou ir trabalhar), não querer encarar pessoas que nos magoaram, que foram injustas connosco...
    Enfim, não tem nada a ver com ser burro ou ser inteligente, como esse colega diz, cada um é como é, tem as capacidades que tem. Ele não é burro, ou se calhar até é, porque talvez não use as capacidades que tem... e isso é ser burro; também não vê que ao dizer essas coisas está a magoar injustamente alguém... e isso também é ser burro; não vê que armar-se em vítima não leva a lado nenhum... e isso também é ser burro; e também não vê que não há incompatibilidade nenhuma entre ter amigos e ser inteligente. Se todas as pessoas inteligentes não tivessem amigos, haveria por aí muita gente sozinha, pois há muitas pessoas inteligentes, por incrível que pareça! E também não quer dizer que quem é burro tenha de ter muitos amigos (que burrice dizer isso!)
    Afinal, ser burro não é não ter boas notas nos testes, é muito mais do que isso. Ser burro é não ver as necessidades dos outros, ser burro é não aproveitar as próprias capacidades e desenvolvê-las, ser burro é magoar deliberadamente alguém, ser burro é armar-se em vítima para receber atenção (e ser burro é também dar atenção a quem se arma em vítima).

    Bem, Lagartinha, desculpa eu abusar logo da escrita...

    Um grande beijinho para ti. Tem paciência para esse colega. Tem paciência para ti mesma. Tens todo o direito de dizer que não te apetece ir um dia à Escola (mas tens de ir na mesma, claro...), tens todo o direito de ficar triste (mas só um dia) por causa desse colega...

    Olha, os alunos já estão a entrar para a sala, daqui vejo uma das salas. Tu também já deves estar a entrar. Boa sorte! Muita inspiração!

    Um grande beijinho.

    Gaivota Ditosa

    ResponderEliminar

Olá! Obrigada pelo teu comentário no Pomarão. :)