Tutankamon - 2ª Parte

17/01/2009 0 Maçãs
Boa-tarde! Aqui fica a segunda parte de "Tutankamon":

Tutankamon (continuação)

Embora tivesse tudo o que desejava; ou quase tudo; Luís sentia que lhe faltava qualquer coisa. Nada de aspecto físico, pois embora não fosse o Brad Pitt não se achava uma pessoa feia. Ao longe, parecia um feto em crescimento: tinha cabelos castanhos e macios, olhos mais verdes que uma esmeralda e vestia-se normalmente da cor da clorofila. As meninas pouco olhavam para ele; naquela altura estavam mais interessadas em morenos cheios de brincos nas orelhas. Além disso os seus interesses não interessavam aos colegas, que com cabelo empastado de gel e no ar, se riam quando ele se espantava por não conhecerem Mozart, o mais famoso virtuoso da música de todos os tempos. É isso mesmo! Luís era um fanático por muitos assuntos, desde a música à ciência, passando pela cultura e fotografia. Não admirava que fosse bom aluno, e sentia-se bem quando chegava à sua carteira de teste na mão e via a nota excelente que tinha tido. Mesmo sendo inteligente era um rapaz esforçado e como única maior dificuldade tinha a disciplina de Educação Física, onde o salto ao eixo lhe saía... “furado”. Era nessas alturas que percebia como o espaço livre dentro do coração o deixava desorientado e triste, visto que em vez dele ninguém o consolava e dava forças para continuar a esforçar-se.

0 Maçãs:

Enviar um comentário

Olá! Obrigada pelo teu comentário no Pomarão. :)