Provérbio

21/11/2008 0 Maçãs
A laranja faz bem, mas lá que também faz mal, faz.

Provérbio:

A laranja de manhã é ouro, à tarde é prata e à noite mata.

Cansaço...

19/11/2008 0 Maçãs
Ufa! Que cansada que eu estou! E é claro que a grande causadora disto tudo é esta constipação maldita que arranjei de ontem para hoje. Bem, cá me vou aguentando com muito sono (por causa do Actifed, que não sei se é assim que se escreve), mas também com muito trabalho. Isto de ir da escola para o Orfeão e do Orfeão para casa é bastante estafante! Nem tenho tempo (nem espaço!) para tirar uma soneca. Então... até qualquer dia!

Visible Body

14/11/2008 0 Maçãs
Olá a todos! Desta vez quero-vos falar de um site, Visible Body, onde depois de se inscreverem podem mover e alterar um esqueleto, aonde podem ser acrescentados os sistemas do nosso corpo e muito mais. Eu registei-me e achei engraçado, nem que seja para estudar melhor para o teste de Ciências da Natureza, pois assim dá para perceber melhor onde se situam alguns órgãos, algo que não nos apercebemos nas imagens do manual! Espero que gostem (se experimentarem!)...

P.S. Só funciona com o Internet Explorer 6 ou superior.

REPORTAGEM EXCLUSIVA - Manifestação de 8 de Novembro

09/11/2008 2 Maçãs
Ora bons dias! Estou aqui neste dia de Novembro para vos mostrar as fotos "lindíssimas" que tirei ontem na Manifestação de Professores, com cerca de 120 mil pessoas. Devo dizer que foi incrível! Ora cá vai:

REPORTAGEM EXCLUSIVA!


A chegada a Lisboa...

No Terreiro do Paço.

Novamente no Terreiro do Paço.

A cabeça da manifestação (vista mal, mas pronto)...

Os professores do Norte.

E já de noite, os professores que ainda iam a subir a Rua do Ouro.

Teodora e o Segredo do Manuscrito Chinês

03/11/2008 0 Maçãs
Esta notícia é principalmente para os meus colegas, que actualmente deram em ler todos os livros da Teodora até já não haver mais na biblioteca, como reparei hoje. Amanhã, dia 4 de Novembro, sai o novo livro Teodora e o Segredo do Manuscrito Chinês e foi a própria autora que no blog da Teodora publicou um vídeo para saberes mais sobre este livro.


Poema meu

01/11/2008 1 Maçã
O poema que, em noite de tempestade, me apeteceu escrever (sem quaisquer regras).

O meu monstro de estimação

No oceano aterrador
De águas traiçoeiras
Ergue-se Adamastor
O monstro das 7 caras.

Num dia é mau,
Noutro cruel,
Não há sossego
Em terras de Salamaquiel.

"É ele, é ele!"
Berram gentes de madrugada
Quando vêm a sua chegada
Depois de tão noite descansada.

Mas nas noites de tempestades
Nessas noites reservadas
Onde só trovões se ouvem
Só relâmpagos se vêem
Corre feliz e contente,
Com o mar assustado,
O gigante Adamastor
Com o seu malandro lado.

Não é o das histórias de Camões
Nem o mostrengo de Pessoa
É malandro e assombroso
O meu monstro curioso.

Anedota

0 Maçãs
Não, desta vez enganaram-se... não é uma anedota sobre anjos.

Anedota:

Um aluno de Direito a fazer um exame oral:
O que é uma fraude?
Responde o aluno:
É o que o sr. professor está a fazer.
O professor muito indignado:
Ora essa, explique-se...
Diz o aluno:
Segundo o Código Penal comete fraude todo aquele que se aproveita da ignorância do outro para o prejudicar!!