Poema meu

21/05/2008 0 Maçãs

Até às férias grandes

Quando começam as aulas

Não há vida p’la raiz

O ar não entra p’lo nariz

Ninguém quer pegar nas malas.


Quando vem o Natal

Vêm com ele as férias

Alegres e não sérias

E as costuras com dedal.


Quando a Páscoa chegar

Saem coelhos das cartolas

P’ra espetarem suas dentolas

Nos ovos de chocolate a saborear.


Então, aparece a saudade

Da escola e da gente

Da alegria e do bom ambiente

Ai que as férias já não terão qualidade!

0 Maçãs:

Enviar um comentário

Olá! Obrigada pelo teu comentário no Pomarão. :)