Ontem e Amanhã

31/05/2007 0 Maçãs
Hoje soube que a minha professora não fez greve e, ainda não vos disse, eu faltei. No entanto, fui à Formação Musical, onde estivemos a ver a Quinta da Amizade e um programa da Microsoft sobre música que eu também tenho. Na escola estivemos a ensaiar para o teatro de sombras que se vai realizar amanhã, visto dia 1 de Junho ser Dia da Criança. Cada turma vai apresentar as suas actividades e quem quiser pode ir assistir, por isso suponho que a sala vai estar cheia de gente. Não é que seja mau!

Blog de Greve

30/05/2007 2 Maçãs

Poema meu

0 Maçãs
Dia de Greve

Corre a cor pela floresta
Deixa tudo com giesta
Que ingrata como tudo
Sai dali com uma festa.

Estamos num mar
De sensações
Que deixam o nosso sítio
Com tubarões.

Mas se formos
Aos serviços
Desta localidade
Vemos cor e amigos
Da vida com felicidade.

Porque hoje é um dia
De uma grande greve.
Basta de histórias
De um almocreve.

Greve de 30 de Maio

29/05/2007 0 Maçãs
Como sabem, amanhã haverá uma Greve. Como tal, não sei se amanhã há escola, o que muito me aborrece. Talvez queiram saber a minha opinião quanto ao descontentamento dos professores para com a Ministra da Educação. Eu acho que as medidas que a ME está a tomar estão a afectar não só os professores como também os alunos, por exemplo, o facto de existirem prolongamentos. Isto também chateia os alunos, porque agora temos além do tempo lectivo o tempo extra-lectivo, se assim o posso designar. Já há muitos alunos que não vão às actividades, pois fartaram-se com o pouco tempo que agora têm para estudar e também por andarem muito mais cansados. Agora eu pergunto: Se a Sinistra fosse dar aulas seja a que ano for, daria aulas ou uma sessão de anedotas verídicas?

"O velho, o rapaz e o burro"

28/05/2007 1 Maçã
Na minha turma estamos a organizar teatros de sombras. Como somos 21, faremos 3 teatros, cada um com 7 alunos, ou seja, os alunos de cada fila. Escolhemos 3 histórias e sorteamos para ver quem ficava com quem. Como sou da fila do meio fiquei com a história "O velho, o rapaz e o burro" e as personagens que falam são o velho, o rapaz, o 1º camponês, o 2º camponês, o 3º camponês, o 4º camponês e o narrador. Cada um ofereceu-se para ficar com uma personagem e eu escolhi ser narrador. Como tal, tenho de estudar o texto, só que o meu texto foi feito para duas pessoas, portanto, tenho um texto a duplicar. Agora só me resta ver se consigo decorar isto!

Descanso merecido

27/05/2007 0 Maçãs
Tanto as Provas de Aferição como a Audição de Violino correram bem, por isso já estava a merecer um descanso, não acham? Bem, acabei por o ter na viagem de ontem. Passei pela Serra da Lousã e pela Serra da Estrela. Nunca tinha ido nem a uma nem a outra, embora eu goste muito do ar das montanhas e, por isso, prefiro estas à areia da praia e ao mar. Só foi pena o nevoeiro denso que se deu quando cheguei ao cimo da Serra da Estrela e também ao enjoo que tive a meio do caminho, ainda nem estava em Castanheira de Pêra, onde almocei. Passei pela Covilhã e por Seia, onde me deu uma terrível dor de ouvidos, sem dúvida devido à altitude em que me encontrava.

Calendário de Maio

25/05/2007 0 Maçãs
Já vai um pouco atrasado, mas mais vale tarde do que nunca!

Poema meu

0 Maçãs
Prima Veriga

São flores
De encantar
São ramos
Lindos de amar
Tudo ela nos trás
Com uma rapidez
Muito perspicaz.

Ainda não sabes quem é?

Será…
O menino Barnabé
Amigo dos pássaros
Que cheira a chulé?

Será…
A rua redonda
Cheia de poluição
Que tenta ajudar
Com um machado na mão?

Será…
Alguém que sentimos e ouvimos
Alguém que é nossa amiga:
Tem de ser
A Prima Veriga!

- Ha?!

Não sabes quem é?
Alguém que também foi de outra era,
Por isso…
Tem de ser a Prima Vera!

Prova de Aferição de Matemática

24/05/2007 1 Maçã
Bem, agora posso estar descansada. Muito, muito ainda não, pois ainda não sei os resultados, mas pelo menos deixo de estar com a preocupação de estar a estudar para a Prova de Aferição de Matemática, que fiz hoje. Tal como a de Língua Portuguesa, foi mais fácil do que todos estávamos a pensar e mais fácil do que as dos anos anteriores. Agora só me apetece falar, dançar, cantar e tocar, e é isso que eu vou fazer, porque hoje à tarde tenho Audição de Violino!

Prova de Aferição de Língua Portuguesa

23/05/2007 0 Maçãs
Uff! Esta já está. Afinal foi muito mais fácil do que todos estávamos a pensar, mais fácil do que as dos outros anos. O texto era a peça de teatro de Álvaro Magalhães "Enquanto a Cidade Dorme", sendo a composição a continuação da referida peça de teatro. O resto foram as normais perguntas de interpertação e gramática, tendo ainda outras "bases" sem ser a peça de teatro, como podem confirmar no GAVE. Penso que percebem a não actualização dos anteriores dias, embora tente actualizar os meus blogs o mais regularmente possível. Vamos lá ver como é que é a Prova de Aferição (Aflição) de Matemática!

Bilhete de Identidade

20/05/2007 2 Maçãs
Ontem fui tirar o Bilhete de Identidade, o meu primeiro. Estava tão nervosa que até me enganei a escrever o meu nome e tive de escrever outra vez. Fiquei eu pasmada, pois tal nunca me tinha acontecido no meu perfeito juízo, ou melhor, nesta idade. Mas no final tudo correu bem e daqui a alguns dias já terei o meu Bilhete de Identidade. O pior é o Presente, pois agora estou de cama cheia de tosse e, claro, ranho (não gosto nada de escrever esta palavra, mas neste assunto vi-me obrigada a tal). Já agora aproveito para dizer que hoje li o livro "Os três mosqueteiros" e também "20 anos depois", a continuação do primeiro e comecei a ler "O Talismã".

Esta é boa!

18/05/2007 0 Maçãs
Sabem o que é que eu descobri hoje? No dia 22 e no dia 24 os restantes alunos dos outros anos não têm escola! O pior de tudo é que vamos ter mais um dia de aulas, 25 de Junho, porque 24 de Maio não é feriado! Não é justo, não é nada justo. Mas estou a ver que tenho de me contentar... Sortudos são os computadores, que estão sempre em férias excepto quando algum professor vai fazer um acta ou ficha. Acho que os alunos também devem ter direito para ir aos computadores, para fazer pesquisas e outras coisas. Para mim as razões de não podermos ir é a falta de confiança dos professores nos alunos e a falta de tempo. Até têm razão, pois os alunos estragam tudo em quanto mexem, desde livros a brinquedos, passando por cadeiras e mesas.

Fotografias dos Animais

17/05/2007 0 Maçãs
Já foi à algum tempo que fui ao Jardim Zoológico de Lisboa e disse que ia mostrar as fotografias. Após ter seleccionado algumas aqui as publico.





Anedota

16/05/2007 0 Maçãs
Para animar estes dias de estudo!
Anedota:
- Sabem qual é o cúmulo do futebol? É uma equipa marcar um golo e na repetição não o marcar.

Parabéns!

15/05/2007 3 Maçãs
Sabem quem é que faz hoje anos? A minha mãe! Por isso quero dar-lhe os meus parabéns pelos seus 36 aninhos. Muitos parabéns! Hoje a nossa professora esteve a explicar-nos o que é que vai acontecer durante as Provas de Aferição. Deu-nos a informação para dar aos pais e e lá dizia todo o material necessário e as regras. O que eu não sei é como é que eu não vou rir quando o professor estiver a falar, pois ele vai estar a ler! Vai ser tão engraçado que não sei se vou resistir!

Capítulo II - Amizades...

14/05/2007 1 Maçã
Este é o último capítulo!
Amizades...
Capítulo II - Amizades sem concordância
Certo dia, o cão faz uma amizade que não agradou nada ao boneco:

- Não volto a ser teu amigo! Fizeste amizade com esse convencido e perdeste a melhor amizade que alguma vez fizeste e virás a fazer! - Gritava furioso o boneco. O cão havia feito amizade com um jovem pinheiro bravo, que vivia mesmo ao lado da sua casota. O boneco detestava os pinheiros, fossem eles bravos ou mansos, jovens ou idosos, grandes ou pequenos. Um dia, há já umas boas semanas, um pinheiro caiu mesmo em cima do pobre boneco que se desfez quase todo! Felizmente o neto do dono do cão consertou o miserável boneco, que lentamente ia sufocando. Desde então, o boneco detestava todo o tipo de pinheiros, pois pensava sempre que um dia lhe cairia um outra vez. Triste boneco! O senhor Cristóvão, dono do cão, decidiu intervir, e vez ver o boneco que o pinheiro que lhe havia caído em cima, não o fizera por mal. Com esta lição, o boneco tornou-se também grande amigo do pinheiro, que ficou muito feliz. Penso que ainda são amigos, pois se não são, de certeza que é por causa do medo do boneco!

Paraíso Natural

13/05/2007 1 Maçã
A RendadeBilros do Que conversa! lançou-me um desafio muito interessante. Escrever algo sobre um Paraíso Natural (MEME). Espero que gostem das minhas palavrinhas sobre a Península Ibérica.

Península Ibérica

Observamos que é algo maravilhoso. Algo que nos faz sentir bem, que nos diz que em termos de Natureza é espectacular. Não tentes negar, pois também tu consegues ver a altitude das belas montanhas, o comprimento das planícies sem água, as povoações pequeninas lá bem em baixo e a actividade das pessoas que passeiam tão tranquilamente nas ruas duradouras.

Agora vou passar a "bola". Convido a Graça Maciel do Inflorescências e o José António do Edukare a também escreverem umas palavrinhas sobre um Paraíso Natural. Se não quiserem não tem qualquer problema.

Capítulo I - Amizades...

11/05/2007 2 Maçãs
Esta é uma história pequenina, com apenas dois capítulos, que já escrevi há algum tempo.
Amizades...
Capítulo I - O cão e o boneco
- Amigo, o teu dono está a chamar-te! - Avisou aquele boneco feito de neve que, não se sabe como, fez amizade com um cão das redondezas.

O amigo cão, logo correu ladrando de alegria e de uma nostalgia passada para o seu adorado dono. Era um cão castanho que estava sempre preso a uma corrente, pois o dono estava constantemente em viagens por todo o Mundo. Quando o dono chegava, desprendia o cão e abraçava-o com uma felicidade convincente. O boneco, esse, feito de neve, vivia na mais completa escuridão que seus olhos lhe permitiam, e mal conseguia vislumbrar o amigo. Fora feito por um neto do dono do cão, que lá passava as Férias de Natal. O cão vivia numa casota bastante confortável, recheada de brinquedos para a neve. O seu dono vivia perto, numa casa enorme com grandes salões de dança. Diz-se que lá habitaram gentes de outros tempos, de outros Mundos, que desapareceram numa casa assombrada perto do Japão. Também deviam viajar muito, esses.

Poema meu

10/05/2007 1 Maçã
Sem sentido
Olho o horizonte
E não vejo nada.
Sinto apenas
Um pressentimento
Que vive no meu coração,
Está tudo sem sentido.
Volto a olhar
E o mesmo acontece.
Que terá acontecido?
Todo o mundo
Ficou sem sentido.
Mesmo assim
Não me convenci.
Penso continuamente
Naquilo que não percebi.
No entanto,
Sem respostas fiquei
O melhor será esperar
E eu esperarei.

Treinos para as Provas de Aferição

09/05/2007 1 Maçã
Ontem fizemos a Prova de Aferição de Língua Portuguesa, e hoje foi a vez da Prova de Matemática. Fizemos a de 2005, e correu-me muito bem. Consegui acabar tanto a primeira como a segunda parte antes dos 45 minutos acabarem, o que é bom para mim. Agora imaginem o que eu descobri. Não conseguem? Pois eu digo. Enquanto que aqui em Leiria o Feriado Municipal é no dia 22, na Marinha Grande é no dia 24! A xotôra ministra é muito simpática para os alunos, não é? Ainda por cima tenho uma audição de violino às 5 horas no dia 24. Mas agora uma boa notícia: já acabei de ler o Robin dos Bosques! Agora estou a ler O regresso de Robin dos Bosques, que comecei ontem à tardinha.

Ler

08/05/2007 0 Maçãs
Tenho estado esta tarde a ler, pois é o que me está a apetecer. Neste momento encontro-me a ler Robin dos Bosques, e se quiserem saber mais informações sobre este livro basta irem à Raposinha, que dedicou o dia a este livro. Mas já agora conto que na escola estivemos a treinar para a Prova de Aferição de Língua Portuguesa, que é no dia 22. Fizemos a prova de 2005 e afinal até foi fácil.

Poema meu

07/05/2007 3 Maçãs
Peço imensa desculpa por só hoje publicar este poema tão especial, mas estive fora no Fim-de-Semana.
Amada
São longos cabelos
Herdados de sua mãe
Sensíveis mãos
Dadas por seu pai
Face brilhante
Oferecida por seus irmãos.
Tudo o resto:
A mente afiada
Os olhos castanhos
As pernas elásticas,
Foi conseguido por ela mesma.
Ela, mãe querida, sagrada
É a minha mãe,
A mãe que me acompanha
Em todos os momentos!

Rosa do jardinzinho da Laurinda, que tirou esta bela fotografia.

Dia da Mãe

04/05/2007 1 Maçã
Já passou o Dia do Pai, e agora está a aproximar-se o Dia da Mãe. Este é já no Domingo, dia 6 de Maio. Aviso-vos que nesse dia ou amanhã irei publicar um poema muito especial. Mas se pensam que dia 6 só é Dia da Mãe estão muito enganados, pois é também o dia da comunhão da minha colega Márcia!

Novamente futebol

03/05/2007 3 Maçãs
Hoje vou falar novamente de futebol, mais concretamente dos jogos de ontem e de anteontem. No jogo de anteontem o Liverpool venceu o Chelsea nos penaltis, pois o Liverpool empatou a eliminatória logo aos 22 minutos. No jogo de ontem, o Manchester United perdeu com o Milan por 3-0. Num programa da TSF que dá às 8:25, Revista da Imprensa Nacional (2º Edição), o apresentador disse uma expressão de que gostei imenso. Disse que José Mourinho e Cristiano Ronaldo iam passar os dois no mesmo sítio a ver o jogo da Final da Liga dos Campeões. Sabem onde? Em frente ao televisor. Engraçado, não?

BD - Aventura em Leiria

02/05/2007 0 Maçãs
Era uma vez um ouriço que era muito curioso. Gostava de observar os seus inimigos homens, afastando as plantas que lhe apareciam pela frente, pois morava no Pinhal de Leiria. Certo dia, saltou para o cesto de piquenique que umas pessoas levavam. Saiu do cesto perto da fonte luminosa, vendo tudo em redor. Logo ficou fascinado com os jactos de água. Daquilo que viu destaca-se o castelo, as pessoas e os carros. Uma menina encontrou-o e decidiu levá-lo para a sua escola para mostrar aos colegas. Todos gostaram muito do ouriço, mas decidiram levá-lo de volta para o Pinhal de Leiria, onde viveria muito mais feliz.


Esta é uma história feita por todos os alunos da parte da manhã na escola, e cada aluno fez a sua Banda Desenhada. Esta foi a história que fizemos quando o escritor João Mascarenhas visitou a nossa escola e todos prometeram fazer a ilustração. Esta que está aqui em cima é a minha ilustração, que não dá para ver bem, mas ficam com uma impressão do meu trabalho.

Novidades e Poema meu

01/05/2007 0 Maçãs
Nem imaginam o que me aconteceu. A minha professora de violino disse-me que estava muito chateada com o júri do Concurso Jovens Talentos, que não me seleccionou para a próxima fase. Explicou que eu tinha tocado melhor que alguns dos alunos que foram seleccionados, e por isso deu-me uma prendinha. Embora seja pequenina, fiquei muito contente. É um lápis e uma borracha com uma menina a tocar trompete, um menino a tocar acordeão e um menino a tocar violino. Os bonecos são mesmo lindos! Agora outro assunto. Como sabem, a RendadeBilros do Que conversa! presenteou-me com o Prémio Thinking Blogger Award, e agora foi a vez do José António do Edukare e da Brit com do O Cartel. Agradeço a todos o prémio, pois significa que gostam do Pomarão tal como ele é. Mas hoje é Dia do Trabalhador e temos de aproveitar, por isso aqui vai um poema!

Sensações

Já fui presenteada
Pelas mais variadas sensações
Como escrever com uma caneta
Comer alguns limões.

Mesmo assim
Nem sempre são boas
Eu matei um touro
Ele assou as botas.

Podem dizer maluquices
Mas sem elas não sobrevivo
Porquê? Porquê?
Porque elas fazem parte de um ser vivo.

Hoje é Dia do Trabalhador
Temos de aproveitar
Só consigo sentir
O bom que é descansar!